Atualidades

Loading...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Mini Projeto de Adaptação para Maternal ll

A separação da criança de sua família gera insegurança e desequilíbrio, necessitando assim, firmar-se a relação de confiança mútua entre instituição, família e criança.”
  
  
JUSTIFICATIVA 
 
O período de adaptação se faz necessário uma vez que é o primeiro contato das crianças com o ambiente escolar.
 
  
Objetivo geral 
 
Garantir que a instituição de educação infantil seja vista como um espaço de relações afetivas, onde vivências coletivas e individuais sejam oferecidas às crianças no dia-a-dia.
 
  
Objetivos específicos  
  • Oportunizar um espaço de socialização de modo a favorecer a adaptação dos alunos novos;
  • Ampliar, gradativamente, o tempo de permanência ao ambiente escolar;
  • Propiciar momentos lúdicos nos quais as crianças possam interagir com o ambiente, colegas e educadores;
  • Realizar atividades que favoreçam o reconhecimento e a adaptação ao ambiente escolar;
  • Observar as curiosidades e necessidades da turma; 
  • Explorar materiais diversos ( giz de cera, canetinhas, tinta, massinha, argila...)
  •  Participar das atividades desenvolvidas durante a rotina.

 
Atividades  
  • Relato de novidades;
  • Atividades plásticas;
  • Leitura e reprodução de história;
  • Audição e entonação de canções;
  • Atividades livres e dirigidas no pátio e na sala;
  • Jogos e brincadeiras;
  • Rodas cantadas.
  
“ A linguagem plástica é um referencial para o desenvolvimento da sensibilidade e construção de conhecimento.”
 
   
“As atividades musicais coletivas favorecem a auto-estima, bem como a socialização infantil, pelo ambiente de compreensão, participação e cooperação que podem proporcionar. “
  
 
“ As histórias podem ser, além de um espaço amplo de significações aberto as emoções, ao sonho e a imaginação, um lugar favorável ao desenvolvimento do conhecimento social e a construção de conceitos durante toda a infância”
 
   
“ Estimular a imaginação e a fantasia é ir além da ação educativa, é compreender que todos (crianças, adultos e velhos) tem o direito de sonhar, imaginar, fantasiar e buscar um mundo melhor, não para o futuro mas para o presente.”
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.